Archive for the ‘projeto’ Category

jogo eterno na Unicamp

20. outubro. 2011

O ++CP; esteve presente em Campinas neste dia ensolarado, participando do Festival de Música Contemporânea e Tecnologia de Campinas, promovido pelo NICS (Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora) da Unicamp. Nicolau Centola proferiu a palestra Poème Electronique: Espaço, Timbre e Imagem e a instalação jokempô abrilhantou o evento. Confiram o registro fotográfico.

Anúncios

Uma tarde de conversas

30. setembro. 2010

Finalmente ++CP participa do FILE

19. abril. 2010

É com satisfação que informamos que seu trabalho “A Night in São Paulo” por “++CAYCE POLLARD coletivodeartecomputacional” foi selecionado para participar do FILE Hipersônica Participantes, que fará parte da exposição do FILE São Paulo 2010 – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica.

Nessa categoria, os trabalhos são exibidos em plasmas e não há performances nem instalações, ou seja, o material que você nos enviou com a sua inscrição será exibido na exposição do FILE 2010, que acontecerá no Centro Cultural do SESI, localizado na Av. Paulista, 1313, na cidade de São Paulo, a partir de 27 de julho de 2010.

O FILE planeja uma publicação bilíngue na qual constará informações sobre o trabalho selecionado que será exibido na exposição.

O FILE agradece a sua participação.
Atenciosamente,
 
Comitê de Seleção do FILE 2010

(Conheça o projeto A Night in Sao Paulo)

Amigóide selecionado no Programa Rumos 2009

6. setembro. 2009

amigoide

O projeto Amigóide – Autômato em busca de amizade foi selecionado no programa Rumos Arte Cibernética 2009 do Itaú Cultural. O autômato  desloca-se livremente por um ambiente controlado, buscando uma amizade imediata. Ao selecionar seu par, o Amigóide passa a seguí-lo pelo ambiente, com a intenção de travar relação de amizade. Conheça mais.

espaço analgrama – versão 2 (instalação)

29. maio. 2009

E o espaço analgrama, quem diria, se originou em Stockhausen, principalmente na obra Mikrophonie I (1964, seis performers, tam-tam, dois microfones, dois filtros e controladores, 25 min). A obra é composta por 33 unidades estruturais (momentos) que podem ser ordenados de formas diferentes a partir da combinação de três elementos de três grupos distintos:

1. similar, diferente ou oposto
2. apoio, neutro ou destrutivo
3. aumento, constante ou diminuição

Neste sentido, o espaço analgrama – versão 2 (instalação) pretende fazer uma releitura da obra clássica de Stockhausen, mas sem tam-tam, microfones, filtros e controladores. Em uma estética retro-contemporânea, partiremos de outra estrutura tradicional – guitarras-amplificadores – para, a partir dos movimentos dos interatores, criar automaticamente a mesma estrutura tríptica proposta por Stockhausen.


%d blogueiros gostam disto: